• strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/contrib/views/views.module on line 1118.
  • strict warning: Declaration of views_content_plugin_display_panel_pane::options_submit() should be compatible with views_plugin_display::options_submit($form, &$form_state) in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/contrib/ctools/views_content/plugins/views/views_content_plugin_display_panel_pane.inc on line 0.
  • strict warning: Declaration of views_handler_filter::options_validate() should be compatible with views_handler::options_validate($form, &$form_state) in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/contrib/views/handlers/views_handler_filter.inc on line 0.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/contrib/views/views.module on line 1118.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/contrib/views/views.module on line 1118.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/contrib/views/views.module on line 1118.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/contrib/views/views.module on line 1118.
  • strict warning: Declaration of content_handler_field::element_type() should be compatible with views_handler_field::element_type($none_supported = false, $default_empty = false, $inline = false) in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/cck/includes/views/handlers/content_handler_field.inc on line 0.
  • strict warning: Declaration of content_handler_field_multiple::pre_render() should be compatible with views_handler_field::pre_render($values) in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/cck/includes/views/handlers/content_handler_field_multiple.inc on line 0.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/contrib/views/views.module on line 1118.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/contrib/views/views.module on line 1118.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_style_default::options() should be compatible with views_object::options() in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/contrib/views/plugins/views_plugin_style_default.inc on line 0.

Orquestra Organismo


Curitiba

{do texto de Elisa T. e Arthur Freitas publicado aqui http://desarquivo.org/node/1725}

 

"Orquestra Organismo se reúne em Curitiba em meados de 2000. Lúcio de Araújo, um dos integrantes do coletivo, oferece uma espécie de “depoimento” do surgimento do coletivo, em sua monografia. Ele compreende que, nesse período, alguns artistas, ao agir colaborativamente, elaboraram projetos de ocupação e “reelaboração de espaços”, preocupados com pesquisa, criação e difusão de ações abertas e participativas (ARAÚJO, 2007, p.8). Como exemplos desses coletivos na cidade, temos o famoso Interlux Artelivre, E/ou e Projeto muro.

 

Chamado primeiramente de Organismo, como uma ideia de um “corpo sem órgãos”, o coletivo surgiu da necessidade, por parte dos integrantes, de um espaço em um servidor de internet para arquivamento de músicas e documentos, com o objetivo de realizar ações de comunicação e publicação colaborativa, sempre fazendo uso de software livre (ARAÚJO, 2007, p.25).
Orquestra Organismo ganha este nome a partir de 2005, através do encontro entre o grupo musical Matema, do qual participam Lucio Henrique de Araujo e Guilherme Soares, e o músico curitibano Octavio Camargo, para ativar o EmbapLab, o laboratório de música computacional da Escola de Música e Belas Artes do Paraná. As atividades do EmbapLab propunham colaboração voluntária de artistas, pesquisadores, educadores, estudantes e técnicos em computação, na tentativa de fazer do laboratório um “núcleo de desenvolvimento interdisciplinar na pesquisa estética com ferramentas tecnológicas livres” (ARAÚJO, 2007, p.82). No espaço, propos-se a experimentação, pesquisa e livre criação, valorizando ideias de “desterritorialização, nomadismo, caos, casulo, espetáculo, estrutura, desejo, contracultura, realidade” (ARAÚJO, 2007, p. 24).

Orquestra Organismo é definido por Lucio como um “fluxo artístico interdisciplinar e colaborativo, agenciador de inúmeras ações” (ARAÚJO, 2007, p.26). 42 Uma primeira tentativa de definição do grupo está na revista eletrônica Hackeando Catatau43: “A Orquestra Organismo é um corpo semiótico agenciador de coletivos de arte (...)” (ARAÚJO, 2007, p.26) A Orquestra Organismo encontra, na Internet, uma “poética de criação de redes de afinidades e trocas de informação”, o que acontece através da lista de discussão listaleminski44 e de editoração e publicação de conteúdos em sites e blogs (ARAÚJO, 2007, p.43).
As ações idealizadas pelo Orquestra Organismo, ao promoverem encontros entre variados artistas e grupos, visam uma reflexão sobre agenciamento, o conceito de público, as formas de colaboração e as metodologias utilizadas nestas práticas artísticas. Para a Orquestra Organismo, agenciamento é “promover situações poéticas de aventura e compartilhar diversas experiências” (ARAÚJO, 2007, p.30) através da transdisciplinaridade, relacionando diversos campos do conhecimento e mídias, transitando por diferentes linguagens e meios de expressão." (...)

 

links

https://arteemcirculacao.wordpress.com/tag/orquestra-organismo/

http://www.nbp.pro.br/blog_comentarios.php?critico=124

http://mutgamb.org/blog/Uma-tese-sobre-Orquestra-Organismo

https://www.youtube.com/watch?v=rPHiGhKGbm8


2011


Ferramentas de Concatenação

Compartilhe na rede

Comentários

Adicionar Comentário

Se logue ou se registre para poder enviar comentários