• strict warning: Declaration of content_handler_field_multiple::pre_render() should be compatible with views_handler_field::pre_render($values) in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/cck/includes/views/handlers/content_handler_field_multiple.inc on line 0.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_style_default::options() should be compatible with views_object::options() in /var/www/desarquivo/desarquivo.org/public_html/sites/all/modules/contrib/views/plugins/views_plugin_style_default.inc on line 0.

Laboratório de Cartografias Insurgentes

Enviado por aarquivista, ter, 2013-08-20 15:34

Rio de Janeiro

O Laboratório de Cartografias Insurgentes e um encontro para a produção de mapas políticos que reunirá movimentos contra as remoções e despejos que vêm acontecendo na cidade do Rio de Janeiro. Tais remoções e despejos têm ocorrido na esteira da “reorganização” da cidade visando os mega-eventos que acontecem nos próximos anos (e os que já ocorreram) e a emergência de uma nova forma de governança global das cidades.

No Laboratório de Cartografias Insurgentes militantes, pesquisadores, ativistas, comunicadores artistas e movimentos sociais se reunirão para imaginar e produzir mapas críticos e afetivos ligados às práticas produtivas e à ocupação do espaço metropolitano.

O ocultamento das ações violentas e autoritárias na construção dos megaeventos esportivos como Copa do Mundo e Olimpíadas deve ser trazido à tona. No encontro vamos abordar essa questão que é de extrema urgência para toda a população do Rio de Janeiro. O recurso à criação de mapas e a proposta de realização de cartografias junto aos movimentos de moradia urbana e das favelas nos ajuda a melhor contextualizar esses conflitos territoriais e se soma às demais formas de resistência ao projeto dos megaeventos. A “cidade dos megaeventos” está sendo implementada sem nenhuma participação daqueles diretamente afetados pelas mudanças (sejam eles moradores das comunidades e bairros, produtores culturais e movimentos sociais).

O encontro funciona como espaço de experimentações e debates que tratam das reconfigurações da cidade e das dinâmicas de resistência que lhe são correlatos, articulando-se como um laboratório em rede (Rio de Janeiro – Amazônia – América Latina) sobre política, estética e cultura.

Entendida como uma tática criativa de formações do desejo no campo social, a prática cartográfica nos remete a novos territórios, teorias e práticas. A potência do espetáculo atual que governa o mundo e os sonhos criados para escapar de seu reinado, pode ser anulado se usamos um método que consista em tomar as coisas dos inimigos para montar uma outra coisa, que ajude a combatê-lo. A organização de um novo significado que confira um sentido vivo a cada elemento faz parte da prática artística que ao utilizar diferentes mídias transforma o próprio desejo humano.

De 11 a 18 de setembro de 2011 estaremos reunidos na casa IP do morro da Conceição em duas etapas:

De 11 a 16: Pré-lab: oficinas, passeios, eventos de cunho prático.
Dias 17 e 18: Laboratório de cartografias insurgentes.


2011


Ferramentas de Concatenação

Relacionados do Autor



 
 


Relacionados



 

Compartilhe na rede

Comentários

Adicionar Comentário

Se logue ou se registre para poder enviar comentários